O primeiro episódio do desenho animado South Park, “Cartman Gets an Anal Probe”, foi ao ar em 13 de agosto de 1997. Uma nave espacial circula ao redor da Terra e alienígenas abduzem o irmão mais novo do personagem Kyle. Foi aí que começou a brincadeira. A partir daí, extraterrestres escondidos nos lugares mais curiosos passaram a aparecem em todos os episódios.

Veja alguns exemplos: a imagem abaixo foi capturada do episódio South Park: Bigger, Longer and Uncut (1999). O ET está no porta-retrato de Cartman.

Na maioria das vezes, os intrusos estão bem disfarçados. Nas imagens abaixo, por exemplo, um deles está camuflado em uma cadeira, outro está desenhado na cerca de madeira e os olhos do terceiro podem ser encontrados em meio às luzes no fundo da sala.

Essa brincadeira ficou conhecida na cultura popular como easter egg: uma mensagem ou piada escondida em um programa de televisão, um jogo de videogame, um programa de computador ou até mesmo uma revista.

O nome, que faz referência à tradição infantil de caçar ovos escondidos durante a Páscoa, foi usado pela primeira vez para designar uma mensagem secreta deixada no jogo “Adventure” (1979) por seu idealizador, Warren Robinett. Em uma câmara secreta no castelo do jogo há mensagem que diz: “Criado por Warren Robinett”. Naquela época, os jogos não apresentavam os créditos dos designers.

Por mais que a designação seja recente, os easter eggs já existem há muitas décadas. O cineasta Alfred Hitchcock, por exemplo, gostava de aparecer em seus filmes como um figurante qualquer. Ele fez isso em 39 dos seus 52 longa-metragens. O vídeo abaixo tem algumas delas:

A revista Playboy costuma esconder o desenho de sua logomarca na foto de capa das coelhinhas. Isto, sim, é um autêntico easter egg, não?

  • Share/Bookmark